Entenda por que você não deve adiantar recursos financeiros para seus funcionários

O processo de prestação de contas e reembolso corporativo pode se tornar algo burocrático e uma verdadeira dor de cabeça. Isso faz com que o fluxo de trabalho seja prejudicado e, aos poucos, o setor financeiro de sua empresa deixe de dar atenção às tarefas mais importantes.

Com isso, a maioria dos gestores financeiros tendem a encontrar a solução para esse problema utilizando o adiantamento de recursos para os seus funcionários. 

Porém, você sabia que a sua empresa não precisa utilizar esse recurso? 

Descubra, neste artigo, por que você não deve adiantar recursos financeiros para seus funcionários e como a Clara tem a melhor solução para o seu fluxo de trabalho.

O colaborador pode utilizar o dinheiro corporativo para cobrir despesas pessoais

É evidente que o dinheiro em espécie deve ser utilizado apenas em atividades a trabalho. Essa questão geralmente está explícita na política interna do negócio. Entretanto, nem sempre os funcionários seguem essa regra à risca.

Em situações extremas, pode ser que o colaborador utilize esse recurso para cobrir despesas pessoais. O pior é que, fazendo isso, ele também pode manipular a prestação de contas, indicando que aquele capital foi investido em atividades corporativas.

Dessa forma, é possível que você nem ao menos saiba que o dinheiro foi utilizado de forma imprudente, sem atender a sua real finalidade. 

Com isso, a empresa perde uma quantidade enorme de recursos a toa e ainda beneficia funcionários mal-intencionados. 

Quando o adiantamento é em espécie, o colaborador pode ser roubado

Uma mão de luva preta puxa o dinheiro do bolso traseiro o conceito de pequenos crimes e roubo cometendo um crime roubando dinheiro da parte de trás do bolso do jeans Foto Premium

Essa é uma situação atípica, mas que certamente pode acontecer. Basta pensarmos que, a partir do momento em que seus funcionários contam com dinheiro em espécie, é possível que eles sejam furtados.

A situação se configura como um acidente, ou seja, não é culpa do colaborador. Logo, quem é prejudicado é a empresa, que terá que desembolsar novamente o valor, aumentando ainda mais as suas despesas corporativas.

Note que isso pode ocorrer até mesmo quando o dinheiro é depositado diretamente na conta do funcionário, visto que ele pode sacar uma quantia, já que o capital corporativo estará disposto em sua conta pessoal.

O adiantamento pode acarretar em processos trabalhistas

É isso mesmo, o adiantamento de recursos pode acarretar em processos trabalhistas. A partir do momento que o colaborador possui comprovantes que a empresa depositou um certo valor na sua conta, de forma recorrente, é possível iniciar um processo contra ela.

Geralmente, a alegação é que o valor depositado faz parte do salário do funcionário. Este é um risco muito grande para a sua empresa e pode fazer com que ela perca milhares de reais em uma única ação.

Problemas com a prestação de contas

Para que você consiga manter uma boa gestão de despesas corporativas, é fundamental que os colaboradores realizem a prestação de contas. Mas quando falamos de adiantamento de recursos, nem sempre isso acontece.

Geralmente, os funcionários atrasam ou nem realizam a prestação de contas. Com isso, a empresa e o setor financeiro perdem o controle do uso do adiantamento feito e quais os gastos gerados pela atividade corporativa.

Desse modo, a empresa não consegue monitorar se o colaborador precisa devolver dinheiro para a empresa ou receber reembolsos corporativos, o que afeta bastante a previsibilidade das contas a pagar e a receber.

Os serviços da Clara eliminam a burocracia

 

A Clara, além de eliminar o processo de reembolso, também acaba com a necessidade de adiantamento de recursos financeiros para seus funcionários. Isso acontece devido a dois dos nossos principais serviços: o cartão de crédito corporativo e o software de gestão de despesas corporativas. Confira, a seguir, como cada um deles funciona.

Cartões de crédito corporativos da Clara

Com o cartão de crédito corporativo da Clara, os colaboradores não precisam utilizar seu dinheiro em nenhuma atividade empresarial. 

O funcionário pode utilizar o cartão de crédito corporativo para pagar qualquer despesa corporativa, evitando, assim, a necessidade de adiantamento de recursos financeiros. 

Com isso, todos os gastos realizados com esse cartão são direcionados imediatamente para a sua empresa, trazendo controle sem comprometer a autonomia do time.

Além disso, com o cartão de crédito empresarial da Clara você têm:

  • Compras online com segurança;
  • Número ilimitado de cartões físicos e virtuais sem custo;
  • Atendimento online, exclusivo e personalizado;
  • Isenção de anuidade ou qualquer outra tarifa extra;
  • Cartões aceitos no Brasil e no exterior;
  • Cartões world elite, feitos de metal;
  • Linha de crédito personalizada e ajustada às suas necessidades;
  • Bandeira Mastercard, aceita no mundo todo.

Software de gestão de despesas corporativas

Trabalhadores em uma empresa de ti trabalhando em um computador Foto gratuita

Complementando o uso do cartão de crédito corporativo, o software de gestão de despesas corporativas da Clara dá autonomia ao seu time sem perder nada de vista.

Com a simples e intuitiva plataforma de controle da Clara, você pode autorizar ou alterar o limite de crédito de cada um dos seus funcionários a qualquer momento e acessar todos os detalhes das despesas da sua empresa em tempo real, de qualquer lugar.

Toda vez que for realizada alguma compra com o cartão, as informações referentes a ela serão enviadas diretamente para o software. Desse modo, a integração do sistema Clara com o sistema da sua empresa é completa. Com isso, dedique mais tempo ao seu negócio e tenha menos burocracias financeiras.

Com todas essas ferramentas, você irá gerenciar os gastos de sua empresa como jamais imaginou. Clique aqui e aproveite o melhor em tecnologia de gestão de despesas corporativas disponível na América Latina.